14 dezembro, 2007

stitch



photoshop..

uns 45 min pelejando...

um dia eu vou ser mestra!!

ehehe!!

01 dezembro, 2007


Roda roda
e me deixa tonta
com vontade de vomitar...
pior que montanha russa!

13 novembro, 2007

Aguarela



'sem títulol' - 24x12 aquarela sobre papel

07 novembro, 2007

Aula produtiva



Enquanto a 'fessôra' fala, 'nóis' desenha.

03 novembro, 2007

bata antes de entrar


bata antes de entrar

e quando entrar faça silencio

minha mente precisa de paz!

01 novembro, 2007

tarôt de uma só carta


Tarôt de uma só carta
mais absoluta que essa só essa maior!

24 outubro, 2007


Uma rumba em um gramofone arrasa muito!

22 outubro, 2007

agora em vetor

feliz é o gato que come o rato!
ursinho - 10x20 aquarela sobre papel

saudade de ser inocente

()*_*() olhar ouvindo: AC/DC - Big Gun


18 outubro, 2007


todos os bixeiros tem um pouco de porco!

17 outubro, 2007

"sem título" - 12x12 nanquin sobre papel

'E tudo volta ao normal
computador, café quentinho
e um fim de tarde.'

10 outubro, 2007

um barquinho de papel

'sem título' - 28x14 aquarela sobre papel

e desenhar e pintar o 7 nesse dia das crianças!

08 outubro, 2007

e as borboletas

'sem título' - 10x10 tecnica mista sobre papel

A Danca Das Borboletas
Zé Ramalho
As borboletas estão voando
A dança louca das borboletas
Quem vai girar não quer dançar
só quer voar, avoar
Quem vai voar não quer dançar
só quer voar, avoar
E as borboletas estão girando
Estão virando a sua cabeça
Quem vai girar não quer dançar
só quer girar, não caia!
Quem vai girar não quer cair
só quer girar, não caia!
And the butterflies are invading
the apartments, theatres and bars
Sewers and rivers, lakes and seas
turn around, turn around, turn around
Destroying windows and glass doors
Escalators and in the chimneys
They sit and lie in the smoke
In a rainbow, knows what it is
Se sabe o que é...
Se sabe o que é...
Se sabe o que é...
Se sabe o que é...
E as borboletas estão invadindo
os apartamentos, cinemas e bares
Esgotos e rios e lagos e mares
Em um rodopio de arrepiar
Derrubam janelas e portas de vidro
Escadas rolantes e nas chaminés
Se sentam e pousam em meio à fumaça
De um arco-íris, se sabe o que é
Se sabe o que é...
Se sabe o que é...

07 outubro, 2007

parada para o amor

"parada para o amor" - 1x12 tecnica mista sobre papel

"Sabe de uma coisa Seu

Vou lhe jogar no meu baú

Vivo e mágico

Com as coisas boas que tem lá

Os meus desenhos herméticos

As palavras de Da Lai Lama

Quem sabe você adora

Quem sabe se transformará"


05 outubro, 2007

pela janela do quê?

o sonho - tecnica mista sobre papel
feliz é o gato que come o rato!

03 outubro, 2007

criança

menina no balanço - 24x35 aqaurela sobre papel


Criança

Uma criança é um ser humano no início de seu desenvolvimento. São chamadas recém-nascidas do nascimento até um mês de idade; bebê, entre o segundo e o décimo-oitavo mês, e criança quando têm entre dezoito meses até doze anos de idade. O ramo da medicina que cuida do desenvolvimento e das doenças e traumas nas crianças é a pediatria.
A infância é o período que vai desde o nascimento até aproximadamente o décimo-quarto ano de vida de uma pessoa. É um período de grande desenvolvimento físico, marcado pelo gradual crescimento da altura e do peso da criança - especialmente nos primeiros três anos de vida e durante a
puberdade. Mais do que isto, é um período onde o ser humano desenvolve-se psicologicamente, envolvendo graduais mudanças no comportamento da pessoa e na adquisição das bases de sua personalidade.

04 setembro, 2007

à beira mar

favela ao lado do MAM - sansung AFZOOM 1050 analógica - filme fuji iso100 35mm

há quem diga que pobres não tem privilégios na vida, ta aí a prova de que essa máxima não existe, imagine morar do lado do MAM (diga-se de passagem referência de cultura), acordar e dormir todo dia ouvindo o barulhinho do mar, sentindo o cheirinho da brisa e ver um dos pôr-do-sol mais lindos de salvador.
a sorte só aparece pra poucos!

10 agosto, 2007

O fabuloso destino de amelie poulain

vetorizada
Brincando hj de tarde!


uma pequena pausa


Uma pequena pausa nos detalhes vermelhos.
Apenas uma pequena pausa e nada mais.

08 agosto, 2007

os detalhes em vermelho


Tive um estalo ao encontrar uma imagem igualzinha a essa...vetorizei novamente so pra treinar e aí veio a idéia, trabalhar com gravuras e imagens digitais todas em preto e branco com detalhes em vermelho, na verdade seria quase um cut-out, mas não quero nomear assim..e dessa forma, com meu índio (o marco da minha progressão no vetor), começa a série.

Os detalhes em vermelho.

07 agosto, 2007

índio

Índio
Farofa Carioca


Há 500 anos eram 5 milhões de índios felizes no Brasil
Cada um em sua oca ,cada oca em sua taba, cada taba em sua mata
Cada rio, cada peixe, cada bicho, bicho!
Um por todos, todo mundo nu!
Cada um na sua (viviam todos muito bem)
Cada um na sua (ninguém falava mal de ninguém)
Cada um na sua (todo mundo nu!)
Cada um na sua (tudo bem)
Boto, tamanduá, cocar, sucuri, cucu
Jacarandá, anta, cajá, curumim, arara
Jaguatirica, mandioca, de boi, jacaré, vitória régia (Tim Maia!)
Cada um na sua (sem roupa)
Cada um na sua (sem falcatrua)
Cada um na sua (ninguém passava a mão na bunda de ninguém)
Cada um na sua (pode crer)
Hoje são 250 mil, mataram milhões de tristeza e solidão
Na bala, no chicote, na humilhação
Índio foi queimado vivo quando dormiu
Índio comeu peixe poluído do rio
Índio quer saber se chega ao ano dois mil
Índio veio morar numa favela do rio
Caiapó, Tupi, XinguGuarani, Txucarramã
Acolhei a TupãPataxó
“dedicamos essa música ao índio Pataxó Galdino,
que morreu pelas mãos de uns meninos mimados do Distrito Federal.
Só deus sabe o motivo pelo qual eles não foram condenados!”
Cada um na sua (eles não foram condenados)
Cada um na sua (ninguém tocou no assunto)
Cada um na sua (no final ficou todo mundo nu)


vetor feito a partir de uma imagem da internet

31 julho, 2007

palhaço é a mãe!



Coulrofobia

Coulrofobia é o termo psiquiátrico usado para designar o medo de palhaços. Como exemplo, temos o personagem Billy, do desenho animado "As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy", que sofre dessa doença.

30 julho, 2007

desenho 2

De vaca amarela a desenho de moda...
aprendendo gradativamente!
amanha tem mais!


29 julho, 2007

o primeiro vetor - a vaca amarela


Meu primeiro vetor, a vaca amarela.
Para fazer jus a esse blog empoeirado e que de agora em diante vao ter uma movimentação semanal de trabalhos meus digitalizados, produzir acima de tudo.

Evah Nick



17 julho, 2007

comer e ver tv ou comer e dormir?




afinal a dúvida mais cabal das férias...

comer e ver tv ou comer e dormir?

07 julho, 2007

carne e osso


Carne e Osso

A alegria do pecado

Às vezes toma conta de mim

E é tão bom não ser divina

Me cobrir de humanidade me fascina

E me aproxima do céu

E eu gosto

De estar na terra

Cada vez mais

Minha boca se abre e espera

O direito ainda que profano

Do mundo ser sempre mais humano

Pois

Perfeição demais

Me agita os instintos

Quem se diz muito perfeito

Na certa encontrou um jeito insosso

Pra não ser de carne e osso

Pra não ser carne e osso



01 julho, 2007

na duvida costure


Na dúvida, ou no tédio faça alguma coisa que vc sempre teve vontade e nunca teve vergonha na cara, na duvida costures, passe uam tarde inteira cortando moldes certos e errrados que você tireou de uma revista manequin de 6 anos atrás, de uma matéria sobre anos 50, pegue aquela tesoura cega e uma linha que nao tem nada a ver com o tecido quadriculado e tente, nao custa nada tentar, tente de verdade e veja que as vezes as coisas podem dar certo, ou não, eu aidan nao sei se deu, processo do short quadriculado em andamento, mas que eu com certeza tive uma crise de espirro por causa da poeira da revista isso sim, furei o dedo umas 3 ou 4 vezes, dei uns 5 ou 6 nós na linha do alinhavo, mas o que importa é tentar!

Na dúvida na dúvida, costure mesmo não sabendo por onde começar!

11 maio, 2007

Dia das Mães é todo dia

êta época capitalista...
fazeroq né??
nesses dias me bate uam saudade enorme da mamãe..vulgo mainha ou mãiê pra mim...
saudade de nesses dias dessas datas de marcado..acordar ele de manha com bandeja de cafe da manhã e saber que ela fica com olhinho brilahndo de felicidade..saber que apesar das dores de cabeça que nós...sim nós eu e emeu irmao damos a ela...ela perdoa tudo e da um abraço dizendo brigado do fundo do coração...
lembro de certo dia das maes quando tinha 7 anos que fiquei muito triste por nao terum presente decente rpa dar a ela..como eu tinha um porquinho...daqueles cofrinhos toscos de barro eu e meu irmao decidimos quebrar pra comprar o presente dela...nao quebramos..meu pai nao deixou...e ao contrario...fizemos nossos presentes...ela com certeza nao esqueceu..proque hj...anosssss depois ela guarda meu marcador de livro infantil com um mamae eu te amo..dentro da agenda dela...e cada ano..cada agenda muda e meu marcador ta lá..
e todas as cartinhas ridiculas e bobas que escrevi...
saudade...
pura saudade!

21 abril, 2007

Madrugada e meia


Madrugada e meia


Velhas Virgens


Ontem você acabou comigo
Quase não chego vivo em casa
Subi as escadas rastejando
Olhos vermelhos, lacrimejando
Todo cheio de porrada

Você mordeu meu pescoço
Encheu meus ouvidos de saliva
Comeu a carne e roeu o osso
Café da manhã, jantar, almoço
Não sobrou nada de mim

As algemas marcaram meus pulsos
Você chupou meus mamilos
Pingou vela no meu umbigo
Nos limites do perigo
Literalmente você me comeu

Mulher maluca, de onde você saiu
Eu vou fazer o que você mandar
Entro no clima, mas não sou viado
E dedo no meu cu você não vai enfiar

Tô aqui lembrando e rindo
Madrugada e meia de amor
Creme de leite, maionese
Pastel de cabelo à vinagrete
Caipirinha de suor

Você me deu um nó de perna
Chupou debaixo do meu saco
Minhas costas, meu sovaco
Me senti uma azeitona
Triturada na sua boca

E no final foi porra pra todo lado
Urros e gritos desafinados
Que putaria baby


Essa é a musica...

vai ser miseravi assim em outro canto

um dia eu viro essa mulher!!

09 abril, 2007

todo o tempo do mundo


porque o sol nem sempre é o centro.

essa semana triste e corrida me faz refletir enquanto desenho e desenho e desenho, quando finalmente consigo colocar em pratica o que desejo no papel meio amarelado.

meu bloqueio se foi, estar bem com você mesmo simplesmente abre as portas da sua mente e do seu coração pra toda e quelquer possibilidade que venha a existir.

não estou falando de amor, estou falando de felicidade, estou falando de viver o que se tem pra viver, de pensar que cada dia é especial porque você, ou eu, ou quem quer que seja é especial.

e la se vai o bloqueio.

quero mais grama, mais sorvete, mais familia e suas risadas e desavenças, mais bons amigos, mais saudade, mais felicidade, mais desenhos, mais gosto, mais vontade de mudar, mais sonos inesperados a tarde, mais conversas bobas, mais correria pra gente dar valor aos bons momentos, todos eles.

daqui em diante conquistar o que eu puder, viver o que eu quiser, ser feliz sem pedir nada em troca.

e tenho dito.

tenho todo o tempo do mundo.


evah nick

02 abril, 2007

Picotinho


Pois é...
saudade de uma aventura boa...
saudade é igual a ônibus lotado, completamente passageira...e porque não dizer que a saudade se foi (não por completo), mas já se foi em boa parte...agora é ser feliz é todo dia abrir os olhos e pensar como eu sou linda, como o mundo é lindoe pensamento positivo.Picotinhos não vão me fazer mais ou menos completa, mas com certeza vão me fazer mais ou menos alegre.
Há quem diga que picotinho não tem essencia, eu acho que tem.
E Viva o picote!
E viva ser livre e poder picotar!
E viva ser alegre por picotar!
E viva as pessoas que picotam conosco!

25 março, 2007

Vendendo


A venda novamente as camisas ANA BANANA...

pode encomendar por aqui pelo blog..

ou pode mandar mail: evahazevedo@yahoo.com.br

faça uam universitaria falida comrpar seus materiais!!

porque ter internet pq a mae paga ate vai..

mas ela nao paga alimentaçao, passagem, materiais e custos adicionais pro problemas que podem aparecer!!

encomendem!!

23 março, 2007

Infinito particular



Andei nostalgica e sentimental esses ultimos 3 dias, alguam coisa que a muito nao sentia.

Nos ultmos tempos o quão mais racional eu for melhor, pena não consigo ficar durante 100% do meu tempo, alegre e racionalmente satisfeita, a falta de algo amior me marcou esses dias, a fata de pessoas, a falta de amores, a falta de familia, a falta ate de nao sentir falta de nada.

O que a nostalgia e o sentimentalismo vem em trazer é apenas a falta, de coisas que não posso agora nesse exato momento da vida mudar muitas das decisões que eu tomei, ou que os outros tomaram por mim.

Agora, tento de todas as formas me agarrar ao que tenho, e não ter medo de um dia perder, se for esse o caso, agora dentro de mim respiro fundo me acalmo, é melhor segui adiante, sempre com fé, em algo, em alguma coisa, em alguém.

Nessa mistura toda nostalgica e sentimentalóide, algumas pessoas de muito tmepo veem a tona, pra lembrar e levantar sentimentos antes acalmados, e trazer alguns novos sentimentos, de felicidade, de perda, de alívio, de conformação, de mudanças iminentes.

Pessoas novas e antigas se misturam, com sentimentos novos e antigos, com amores novos e antigos, com desamores novos e antigos, com amigos novos e antigos, com gostos e cheiros novos e antigos, com sensações e desprazeres novos e antigos.

A quem diga que eu nessa 'zona' que é a minha mente esteja tentando udibriar a felicidade pra dentro de mim investir na tristeza, ao contrario apesar de tudo isso o que está dentro de mim é nada mais que felicidade, or pdoer enfim descobrir que eu posso e consigo em entender, que eu posso e consigo me sentir bem, me sentir melhor.

E nada melhor que a mais pura felicidade.

E nada melhor que me sentir bem.

Agora dentro de mim, acalmo, acalmo, e essento esse pó que levantei mechendo em algumas boas lembranças, e deixo essas lembranças descansarem em paz, como boas lembranças de tempos bons.

Nada de mais de nostalgia triste, muito menos de sentimentalismo triste.

18 março, 2007

soldadinhos de chumbo


Demorou, mas emfin a foto que eu queria a tanto postar.

Como expressão artistica, como expressão de revolta.

O que leva um pai a achar que o modelo militar é o mais correto...que esses valores que eles pregam são os supremos, se eles são conservadores e preconceituosos aonde o fraco (pra eles fraco, pra nós deficiente) não se encaixa, não é padrão.

Um grupo onde sempre existe a opressão, o delato, a imposição do respeito pelo medo.

Um absurdo, decadente.

Fico por aqui, e deixo a indignação no ar.

17 março, 2007

falar menos, trabalhar mais!

Esse é meu lema pra 2007 e para os anos subsequentes, falar menos e trabalhar mais.
Parar de fazer "corpo mole" e agir, produzir rpa ser reconhecida, caso contraria eu estou fadada a inexistir como artista antes de terminar o curso.

Xeru com queijo.

14 março, 2007

Lenine e eu

Eu não sabia até um mês atrás que lenine era o cara, so descobri depois que assisti ao show dele e fiquei apaixonada pelas musica e por ele, principalmente pelas musicas.
De lá pra cá fiquei fuçando mesmo, e procurando, apesar da conexao ruim, baixando algumas musicas e achei essa ' Todas elas juntas num só ser', aí pensei: "Lenine é o cara e ele fez essa musca pra mim,afinal se a gente nao se amar, ninguem mais ama,e eu amo a mim e lenine, ou seja Lenine e eu somos um caso de amor.
Brincadeiras e modestia a parte, a música!

Todas Elas juntas Num Só Ser
Lenine


Não canto mais Babete nem Domingas
Nem Xica nem Tereza, de Ben jor;
Nem Drão nem Flora, do baiano Gil;
Nem Ana nem Luiza, do maior;
Já não homenageio Januária,Joana, Ana, Bárbara, de Chico;
Nem Yoko, a nipônica de Lennon;
Nem a cabocla, de Tinoco e de Tonico;
Nem a tigreza nem a vera gata
Nem a branquinha, de Caetano;
Nem mesmoa linda flor de Luiz Gonzaga,Rosinha, do sertão pernambucano;
Nem Risoflora, a flor de Chico Science,
Nenhuma continua nos meus planos.
Nem Kátia Flávia, de Fausto Fawcett;
Nem Anna Júlia do Los Hermanos.Só você,Hoje eu canto só você;
Só você,
Que eu quero porque quero, por querer.
Não canto de Melô pérola negra;
De Brown e Hebert, uma brasileira;
De Ari, nem a baiana nem Maria,
Nem a Iaiá também, nem minha faceira;
De Dorival, nem Dora nem Marina
Nem a morena de Itapoã;
Divina garota de Ipanema,
Nem Iracema, de Adoniran.
De Jackson do Pandeiro, nem Cremilda;
De Michael Jackson, nem a Billie Jean;
De Jimi Hendrix, nem a doce Angel;
Nem Ângela nem Lígia, de Jobim;
Nem Lia, Lily Braun nem Beatriz,
Das doze deusas de Edu e Chico;
Até das trinta Leilas de Donato,
E de Layla, de Clapton, eu abdico.
Só você,
Canto e toco só você;
Só você,
Que nem você ninguém mais pode haver.
Nem a namoradinha de um amigo
E nem a amada amante de Roberto;
E nem Michelle-me-belle, do beattle Paul;
Nem Isabel - Bebel - de João Gilberto;
E nem B.B., la femme de Serge Gainsbourg;
Nem, de Totó, na malafemmená;
Nem a Iaiá de Zeca Pagodinho;
Nem a mulata mulatinha de Lalá;
E nem a carioca de Vinícius
E nem a tropicana de Alceu
E nem a escurinha de Geraldo
E nem a pastorinha de Noel
E nem a namorada de Carlinhos
E nem a superstar do Tremendão
E nem a malaguenha de Lecuona
E nem a popozuda do Tigrão
Só você,
Hoje elejo e elogio só você,
Só você,
Que nem você não há nem quem nem quê.
De Haroldo Lobo com Wilson Batista,
De Mário Lago e Ataulfo Alves,
Não canto nem Emília nem Amélia,
Nenhuma tem meus vivas!
E meus salves!
E nem Angie, do stone Mick Jagger;
E nem Roxanne, de Sting, do Police;
E nem a mina do mamona Dinho
E nem as mina – pá! - do mano Xiz!
Loira de Hervê e loira do É O Tchan,
Lôra de Gabriel, o Pensador;
Laura de Mercer,
Laura de Braguinha,
Laura de Daniel, o trovador;
Ana do Rei e Ana de Djavan,
Ana do outro rei, o do baião
Nenhuma delas hoje cantarei:
Só outra reina no meu coração.
Só você,Rainha aqui é só você,
Só você,A musa dentre as musas de A a Z.
Se um dia me surgisse uma moça
Dessas que com seus dotes e seus dons,
Inspira parte dos compositore
sNa arte das palavras e dos sons,
Tal como Madallene, de Jacques Brel,
Ou como Madalena, de Martinho;
Ou Mabellene e a sixteen de Chuck Berry,
E a manequim do tímido Paulinho;
Ou como, de Caymmi, a moça prosa
E a musa inspiradora Doralice;
Se me surgisse uma moça dessas.
Confesso que eu talvez não resistisse;
Mas, veja bem, meu bem, minha querida;
Isso seria só por uma vez,
Uma vez só em toda a minha vida!
Ou talvez duas... mas não mais que três...
Só você...
Mais que tudo é só você;
Só você...
As coisas mais queridas você é:
Você pra mim é o sol da minha noite;
É como a rosa, luz de Pixinguinha;
É como a estrela pura aparecida,
A estrela a refulgir, do Poetinha;
Você, ó flor, é como a nuvem calma
No céu da alma de Luiz Vieira;
Você é como a luz do sol da vida
De Steve Wonder, ó minha parceira.
Você é pra mim e o meu amor,
Crescendo como mato em campos vastos,
Mais que a gatinha para Erasmo Carlos;
Mais que a cigana pra Ronaldo bastos;
Mais que a divina dama pra Cartola;
Que a domna pra Ventadorn, Bernart;
Que a honey baby pra Waly Salomão
E a funny valentine pra Lorenz Hart.
Só você,
Mais que tudo e todas, é só você;
Só você,
Que é todas elas juntas num só ser.


Ele é o cara e ponto final.

05 março, 2007

Tão bom





E começa a nova etapa.

Tão bom fazer tinta a base de gema de ovo e óleo de cravo. Tão bom.

Tão bom ter pessoas na minha vida.Tão bom.

Tão bom chegar de manhã sorrindo e ser devidamente retribuida com outro sorriso.Tão bom.

Tão bom sinceridade.Tão bom.

Tão bom conversas bobas.Tão bom.

Tão bom tomar iogurte e comer biscoito.Tão bom.

Tão bom descobrir todo dia alguém igual a você.Tão bom.

Tão bom reencontrar pessoas cheirosas, pessoas engraçadas, pessoas calmas, pessoas afobadas, pessoas que falam palavrão, pessoas que sentem sono, pessoas descansadas e pessoas cansadas.Tão bom.

Tão bom pintar.

Tão bom desenhar.

Tão bom estar bem.

Tão bom estar livre.

Tão bom viver.

Tão bom.



************************************************


Aos que deixei em em aracaju, não pra trás, jamais pra trás, saudades...sem vocês minha vida não seria tão boa...com vocês ela é melhor ainda.

Saudades...em breve eu volto.

27 fevereiro, 2007

Critica cinematográfica

Pois ...depois de quilos de pipoca chocolate refrigerante alguns cigarros e coisas engraçadas pra falar...a critica de Motoqueiro Fantasma...afinal o enrredo é bom, quem não gosta de herois americanos por favor vista roupa e vá embora porque ele é um heroi americano an sua vidinha americana, mas quem gosta...bem daqui começa a critica.
Ele é um super heroi defensor da, Igreja? Pois é ele é,pela primaiera vez, defensor do bem e não dos bens, pra mduar um pouquinho aquela velha historia de que os herois americanos defendem os bancos e as propriedades privadas.
Mas bem como eu ai dizeneo o enrredo é bom..o que é ruim é aqueles velhos efeitos e as mudanças do enrredo horiginal, aquela coisa hollywoodiana aonde eles colcoam super atores, que alais até tem a ver com o filme, mas não tem o isntinto!!
Aiai, assista, pra poder criticar tb..mas que é meia boca é sim!!
To me sntindo Rubens Edwald Filho an versão feminina.

26 fevereiro, 2007

O canal 64


Alguém lembra do canal 64?

Eu lembro que na minah época quando eu era pequena, aliás pequena não porque isso é uma coisa que eu nao sou a muito tempo.

Pois bem, quando eu era mais nova e surgiu a TV a Cabo e nós pré adolescentes e curiosos começavamos a fuçar, porque era interessante e proibido fuçar os canais que nossos pais faziam questão de não dizer do que eram, e começava a era do canal 64.

Aquele canal que não aparecia uma imagem decente, aliás indecente, que ficava meio verde meio rosa, onde só se ouvia o som de "humm...ahhh ahhhh...yes yes yes..." e por ai vai, até que alguém descobriu o botão de sintonia fina, aquele botão que dava um pouco de clareza para as nossas mentes curiosas e por que não dizer um pouco pervertidas.

Ah o canal 64, mascou muitas de nossas conversas com os coleguinhas da sala, marcou as risadinhas das meninas e os cochichos dos garotos mais 'safados'. Marcou muito.

E hoje o canal 64 é uam doce lembrança em nossas mentes.

24 fevereiro, 2007

Um plágio da vida alheia...e a Claudinha


Sabe aquele dia que você está com saudade de acordar com o cabelo amassado e enquanto da um beijo de bom dia bagunça o cabelo dele e diz "agora você está feio igual a mim", de dar aquela risada gostosa de manhã abraçar a pessoa do seu lado e se sentir abraçada?

Pois bem eu acordei assim hoje, com vontade de acordar com as pernas entrelaçadas, mesmo que fosse só por uma noite, de acordar com um braço pesando macio sobre você, com aquele calorzinho da respiração perto da orelha.

Será saudades? Será vontade de sentir o gostinho uma vez mais? Sinceramente não sei, mas passei um dia todo sozinha em casa lendo muito e tentando imaginar o nome de todas aquelas mulheres que levaram todos os meus homens, seriam eles realmente meus? O nome de todas as mulheres que levaram aqueles que por pelo menos um momento me fizeram menos triste.

Nao consegui imaginar o nome de nenhuma então roubando a idéia de uma outra mulher meio disparatada e perdida como eu tive o 'boom', vou clonar a idéia e então todas serão Claudinhas, e tentar exorcisar todas essas claudinhas da minha vida, exorcisar da minha mente que tudo o que eu mais queria hoje foram elas que pelo menos, por um dia, um mês ou um ano, conseguiram roubar de mim.

Não eu realmente não estou triste, afinal eu fico pensando que eu sou feliz, claro sem acordar do lado de alguém, sem ligar pra ninguém e falar nada no telefone, de sorrir bobo, de falar bem, enfim de endeusar um pouquinho alguém, é esse alguém que está com aquela 'zinha', aquela Claudinha da vida que não deu metade do que eu dei a ele.

Então, eu me consolo em retornar aos meus 10 anos de idade e abraçar meu urso de pelúcia, me cobrir toda pra deizar o pé de fora até ele ficar geladinho e eu resolver ensquentar com o lençol, de deitar de lado pra encaixar a cabeça no buraquinho do travesseiro.

Eu apesar de todas as faltas, sou feliz, as faltas na verdade eu que criei, encotrei, e a Claudinha que roubou, mas não tem problema eu vou vivendo em paz, até que um dia eu econtre um fulaninho que dispense alguém e eu em torne uma claudinha da vida, que eu possa enfim matar minha vontade de acordar abraçadinho de manhã e saber que não vai ser pra nada e não vai ser a ultima primeira vez.

Afinal se eu criei uma vida inteira e fui feliz até agora, porque não me contentar e ser mais um pouco feliz até 'meu' alguém chegar.

22 fevereiro, 2007

Dislexica eu?





Dislexia ((do grego) dus = difícil, dificuldade; lexis = palavra.) é um distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração, a dislexia é o distúrbio de maior incidência nas salas de aula.

Sintomas:
*Haverá sempre:
-dificuldades com a linguagem e escrita ;
-dificuldades em escrever;
-dificuldades com a ortografia;
lentidão na aprendizagem da leitura;


*Haverá muitas vezes :
-disgrafia (letra feia);
-discalculia, dificuldade com a matemática, sobretudo na assimilação de símbolos e de decorar tabuada;
-dificuldades com a memória de curto prazo e com a organização’;
-dificuldades em seguir indicações de caminhos e em executar seqüências de tarefas complexas;
-dificuldades para compreender textos escritos;
-dificuldades em aprender uma segunda língua.

*Haverá às vezes:
-dificuldades com a linguagem falada;
-dificuldade com a percepção espacial;
-confusão entre direita e esquerda.


******************************************************

Parando pra pensar que a dislexia acomete apenas 15% da população (pouquissima gente digasse de passagem), então porque é tao comum conhecer gente que tem esse conjunto de problemas seguidos??
Eu mesma parando rpa pensar observei que tenho mai de 10 dessas dificuldades, e parei rpa conversar com minah mãe...e decobri que eu quase fui uma dislexica em potencial, quando entrei pra fazer pintura minha dificuldade com caligrafia, com memorização e com atenção eram terríveis, então em 98 entrei pra fazer pintura, eu adorava mas era um saco ter que ficar horas fazendoa mesma coisa concetradamente, fui nesse ritmo ate 2000, e não é que deu resultado?!
De lá pra cá, descobri que gostava mesmo de artes, e inclusive é por isso que faço artes plásticas hoje, e que melhorei profundamente.
Obrigado mamãe.
Mas aidna me pego com certas dificuldades, e vou procurar um psicologo que queira me atender pra responder a pergunta "Dislexica eu?"
p.s.:deixei o texto sem edição e correção ortografica pra se notar a dificuldade com a escrita!

18 fevereiro, 2007

Atualizando

Atualizando
Modernizando
e aprendendo a mexer nas coisas modernas e nos codigos complexos.

13 fevereiro, 2007

A Menina da Janela


Já dizia certo dia, um amigo meu, que a menina da janela tinha olho profundos, que ela tinha belos cabelos e uma mente voadora.

A menina da janela agora esta de costas olhando a vida passar, cantando coisas de amor, falando da dor e das felicidades, da vitoria da derrota, sempre tonta, louca, engraçada, desconexa, vivendo a vida como o ultimo dia, um dia...

A garota agora para na janela pra ver seu mundo surreal passar, um mundo colorido e de forma desforme. O seu mundo surreal passa com um sopro de vento azul, um raio amarelo de sol, um vermelho de vida.

A menina da janela sonha, a menina da janela vive, vê a vida passar, a menina da janela sente, a menina da janela vôa no seu universo emoldurado.

Um certo dia, um certo amigo me lembrou que eu sou a menina da janela, um certo dia numa certa janela o mundo surreal se mostrou pra mim com todas as suas cores, num certo momento eu me senti acalentada, num certo momento a menina da janela fechou sua janela, puxou as cortinas, abriu a porta e foi pra rua brincar de ser feliz.


Evah Nick

06 fevereiro, 2007

Favela


Tava entrando hoje em salvador, e vi o obvio, favelas e fiquei pensando como as pessoas conseguem sobreviver, aliás subviver nessas condiçoes, as favelas nada mais sao que amontoados de pessoas que vivem em condições sub humanas, e salvador nada mais é que um amontoado de favelas cercado de bairros menos ruins.

Triste pela situação, mais triste ainda por nao poder mudar.

Ultimamente pensando mais no mundo que no meu umbigo.

29 janeiro, 2007

Ressaca


03:40 da madrugada, o maior calor, afinal estou no nerdeste e aqui, diga-se de passagem, faz muito calor, e eu ainda passando muito mal.

Do começo...não revia minha amiga fazia nove anos, nove anos depois entao mereciamos uma comemoração pelo reencontro e não havia situação mais propicia que a comemoração do aniversario dela, chego lá pleno sábado, 02:30 da tarde sem nada no estômago além de água!

Entao conversa vai conversa vem, alguns copos de cerveja geladissima(as vezes quente também) uma saída rapida rpa comprar um caranguejo?, sim uma corda, alias, duas cordas de caranguejo, voltamos e mais bebida, muito mais bebida!

Chega gente, sai gente, chega gente, sai gente e eu lá, bebendo...não sei extamente quanto, mas sei que foi muito! Enfim, conversando e dançando, forró pé-de-derra autêntico, e comendo o bendito caranguejo, até que o telefone toca, essa vida de filha é fogo mãe sempre quer que você volte pra casa na melhor hora...decidi voltar...quando comecei a andar senti que não estava bem, alias, estava pessima o mundo estava rodando.

Perdi dois ônibus, tava enjoada e enojada, ja pensou sacolejar assim num ônibus?? Esperei meu espirito melhorar e aí sim, voltei pra casa.

Cheguei em casa coma cara mais lavada e disse, 'mas mãe eu quase não bebi!', imagine você cheirando a bebida com a cara mais lavada dizendo que não bebeu?? Foi o que fiz, tomei um banho, e fui dormir, detalhes sordidos de banheiro a parte, passei mal a noite toda e acordei enjoada e enojada, decidida a não beber mais.

Coisa de ressacado...mas que passei mal passei, e fiquei com aquele maldito pensamento de "isso nunca aconteceu comigo!"..."qual terá sido o motivo?"..mas como de ressaca ninguém pensa deixei o pensamento pra quando eu tomar outra...afinal ressaca e dor de barriga não se tem uma vez só na vida!

24 janeiro, 2007

O que tiver de ser será!




"I'm on the highway to hell

I'm a highway to hell

Highway to hell

I'm on the highway to hell"


"Estou indo na auto-estrada para o inferno"


Dias de furia...afinal depois dos acontecimentos eu aidan quero ser feliz..mas vou pasar agora pelos meus dias de furia de mal humor de etc e etc...porque ninguem merece fazer carinha bonitinha num momento como esse!

Não vou ecrever muito so quero dizer que os dias vão passar e a furia também...mas enquanto não chega...suportem minahs musicas do AC/DC...minhas bobagens postumas...e minha caligrafia errada!!

22 janeiro, 2007

Vamos abolir o spray de espuma!

Alguém já parou pra pensar pra que serve aquele sprayzinho de espuma que as pessoas usam em festas carnavalescas??
Eu parei e cheguei as seguintes conclusões:

1- Ele so serve pra sujar;
2- Tem um cheiro pessimo;
3- Arde se entrar no olho;
4- Não causa a menor felicidade em quem recebe aquilo na cara;
5- Só presta pra quem está espirrando;
6- Faz você tropeçar quando acaba e o povo joga na rua;

Entao, depois dessas conclusões e de receber varios e varios pedaços de espuminha que deixaram meu olho ardendo por um bom tempo, estou instaurando a campanha: Vamos abolir o spray de espuma!

21 janeiro, 2007

Fim de festa

"Não vi mais nada...só o chão!"
"Ele caiu feito uma jaca moça!"
E outras frases de efeito, estava eu...tentando depois das bombardeadas da vida ser feliz novamente num canteiro no meio da 13...sabe aquela rótula??Onde colocaram um pacote de Maratá inflavel?? É essa mesma, 2:30h da manhã, bombardeando meus ouvidos com aquelas músicas insignificantes, louca pra chegar em casa e dormir - porque o tempo passa melhor quando a gente dorme - so faltava encontrar uma pessoa.
De repente a invenção do século, o telefone celular, toca, era a senhora minha mãe dizendo que o dito cujo estava no SAMU...meio caminho andado já achamos um, mas e o outro?
Quando eu disse "seu pai se perdeu" minha prima começou a chorar e tremer...existe ser mais emotivo que criança?? Fomos até o lugar marcado esperar o bendito pai...aquele pai que faltava.
Enquanto isso em casa, minha avó, aquela mulher pequena que tem muita historia pra contar, estava estática na varanda esperando incessantemente por noticias e meu irmão, 1,90 de pura folga, dormia.
Nada do pai chegar tive a fenomenal ideia de pegar um taxi e levar a coitadinha em casa, magina em uma festa enorme criança ter que ficar olhando bêbados que nem faziam parte da familia vomitar e desmaiar...e tome tremilique.
Decisão tomada, taxi pego, taxi pago! Assim que entrei em casa e o outro pai chegou num taxi atrás do nosso, o telefone tocou e a senhora minha mãe avisou que estava voltando, levando pra casa o dito cujo...o outro pai.
Coisa mais chata, pegamos as que ficaram no caju e voltamos pra casa, a festa acabou...e o fim de festa chegou antes mesmo da propria festa terminar.
É, e ser feliz custa caro, tudo acontece de uma vez.
Mas estou de cabeça erguida, 4h de sono, dor de cabeça e com o coração desfalcado.
...
Hoje de manhã, depois das minhas ignóbias 4h de sono, minha mãe a mulher mais corajosa que já conheci na face da terra, se levantou como se nada tivesse acontecido, levou meu irmão na reunião e foi tomar seu bom banho de mar para "descarregar minha filha, chega de problema por hoje!"

20 janeiro, 2007

Açaí

Solidão de manhã,
Poeira tomando assento
Rajada de vento,
Som de assombração,
coração

Sangrando toda palavra sã
A paixão puro afã,
Místico clã de sereia
Castelo de areia,
Ira de tubarão, ilusão
O sol brilha por si

Açaí, guardiã
Zum de besouro um imã
Branca é a tez da manhã


Nunca fez tanto sentido...

19 janeiro, 2007

O Ultimo Beijo




"Um dia a gente acorda e tudo muda..."
Se eu tivesse ouvido essa frase com mais atenção alguma vez na minha vida, ainda assim eu não acreditaria que poderia ser tão verdadeira, e tão importante.
Um dia você acorda e acha qe está tudo bem, tudo ótimo e maravilhoso, um mar de rosas, mas sabe-se lá o que as outras pessoas estão pensando? E é justamente nesse momento que tudo muda, você descobre que não é suficiente.
daí pra frente todo dia você acorda sempre do mesmo jeito, a vida continua sempre com um detalhe a mais.
Um dia vc acorda e tudo muda, hj foi o ultimo beijo, a ultima palavra, um sonho errado...e tudo muda...

evah nick

18 janeiro, 2007

ruminate

Por que vaca amarela??
Porque me lembra quela brincadeira que eu fazia quando era criança e sensata, quando eu não em importava com o que as outras pessoas iam falar, aquela coisa infantil que arde dentro da gente.
Eu sei, o infantil as vezes, somente as vezes, se deixa abater pela amargura dos dias árduos da vida, afinala gente cresce e certas poucas resposabilidades se tornam muitas.
Criar outro blog dentre a centena de blogs que ja criei e pouco editei, pra mim pe um desafio de quanto tempo eu vou conseguir manter as minhas poucas responsabilidades boas, dos muitos prazeres da minha vida que é escrever.
Então, vai ser dificil, cansativo, e em determinados dias doloroso, mas com toda certeza vai ser proveitoso.
Certo pastos, com certas vacas e bois aparecerão aqui, pra ser cenário dessa minha vida bovina.
Desde já agradeço!